Publicidade

Conteúdo Patrocinado

SEO Wagner Santos
  •  

Solução automatizada de background check

Quando feita manualmente, a verificação dos dados pode levar horas ou até mesmo dias, alerta especialista



Crédito: Pixabay

 

Muito comum nos Estados Unidos, a prática do background check tem se inserido, aos poucos, no dia a dia das empresas brasileiras. O processo de checagem ou verificação de antecedentes de clientes, parceiros e fornecedores gera benefícios para as organizações, como a redução de risco de fraudes, a diminuição da rotatividade de colaboradores, a garantia de regularidade com as leis e normas vigentes e o cumprimento das regras de compliance do mercado. 

Outro benefício da prática é a economia de tempo, custos e esforços na verificação de informações de clientes, fornecedores, colaboradores e parceiros. Porém, para que essas vantagens aflorem, o CEO do Exato Digital, Leandro Casella, orienta que é preciso investir em uma solução automatizada de background check, a partir de ferramentas tecnológicas que executam a validação cadastral de forma automática. 

"Quando feita manualmente, a verificação dos dados pode levar horas ou até mesmo dias, pois existem diversos portais públicos para verificar a regularidade fiscal e jurídica de um cliente. Com a solução automatizada, é possível traçar o perfil de pessoas e empresas com agilidade e eficiência, garantindo processos mais assertivos e menos burocráticos", explica o CEO.

Outro ponto destacado por Casella é que, para verificar a maioria das informações, é necessário utilizar uma base de dados confiável e atualizada. Dessa forma, uma solução automatizada de consultas permite que diversas fontes de dados sejam verificadas em até cinco minutos e reunidas em um único documento. "Essa agilidade nas consultas é muito importante, pois ajuda a identificar se uma pessoa ou empresa está com a situação regular na Receita Federal, se é um possível fraudador, em quais processos está envolvido, se possui restrições ou débitos junto ao governo, certidão de antecedentes criminais, se é uma pessoa exposta politicamente (PEP), além de verificar a saúde financeira, os débitos trabalhistas, o envolvimento em trabalho escravo e corrupção", destaca.

Mais notícias